negociar o reajuste do aluguel

Como negociar o reajuste do aluguel?

 

Você também pode ouvir este post através do player acima!

 

No último mês, o Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) avançou mais uma vez, seguindo a tendência do ano anterior e chegando o acumulado a uma alta histórica de 28,94%. Na prática, isso quer dizer que aluguéis cujos contratos sofrem reajuste neste mês de março de 2021 terão uma mudança expressiva. Para que o acréscimo não seja tão pesado, uma das soluções é negociar o aumento no preço do aluguel.

Para se ter uma ideia, quem pagava um aluguel de R$ 1 mil e terá o contrato renovado passará a pagar R$ 1.280,00. A não ser, é claro, que haja um acordo para negociar o reajuste do aluguel. Como este assunto é tão importante e está em alta, a Adriano Imóveis resolveu falar um pouco a respeito do assunto.

E não se engane: nós estamos pensando nos dois lados da negociação. Na sequência, nós explicamos por que é importante que proprietários se abram a negociar o reajuste do aluguel e damos dicas para inquilinos que querem fazer essa negociação.

Acompanhe!

 

Proprietário: por que é importante negociar o reajuste do aluguel?

Sejamos sinceros e realistas: a pandemia ainda está longe de acabar, pelo menos aqui no Brasil. A vacinação caminha a passos lentos e muitas das principais cidades do país estão voltando a situações de lockdown. Se você já aluga um de seus imóveis há mais de 1 ano, lembra como a situação foi complicada no início da pandemia, certo?

Muitos inquilinos ficaram sem trabalho e precisaram sair do imóvel em que moravam. Alguns foram procurar opções mais baratas, enquanto outros voltaram para a casa dos pais — caso muito comum entre jovens adultos.

Aliado a estes fatores e ao momento atual em que vivemos, é preciso ponderar que, ao fazer um reajuste tão grande, existe um risco de que seu inquilino não tenha condições de pagar e vá atrás de um imóvel condizente com a sua realidade.

Neste caso, como você fica? Considere que pode ser difícil encontrar outro inquilino e o imóvel fique por alguns meses desocupado; com isso, é necessário que você, juntamente com a imobiliária, faça uma análise da demanda e da oferta de mercado para seu tipo de imóvel e o preço correspondente, conseguindo, assim, ter uma real ideia se é preferível negociar para manter o inquilino atual ou arriscar que o imóvel desocupe para colocá-lo novamente para locação.

Talvez seja mais interessante negociar o reajuste do aluguel. Mesmo que o aumento seja um pouco menor que o previsto, ele continuará existindo. No final das contas, todos saem ganhando.

 

Inquilino: 3 dicas para negociar o reajuste do aluguel

Agora estamos falando com você, inquilino. Mesmo que o proprietário do imóvel em que você mora não esteja muito satisfeito com uma negociação, você pode tentá-la. E há formas mais eficientes de fazer isso. Basta seguir as dicas abaixo:

 

1. Exponha sua situação atual

Com a pandemia, muitas pessoas perderam seus empregos ou tiveram a jornada de trabalho reduzida. Com isso, a renda mensal diminuiu, fazendo com que muitos não sejam capazes de arcar com um aumento muito alto do aluguel.

Se este for o seu caso, exponha a situação para o proprietário. É importante que ele entenda a situação para saber que você não quer apenas pagar menos, mas sim garantir que irá conseguir pagar o valor correto e em dia sem maiores problemas.

Desta forma, analise toda a sua situação financeira atual e faça uma proposta do valor viável para que se mantenha no imóvel. Assim, com mais objetividade e transparência, otimiza-se a possibilidade de sucesso na negociação. 

 

2. Relembre seu histórico

É muito comum que proprietários se incomodem com inquilinos inadimplentes. Se você sempre fez questão de pagar o aluguel em dia e nunca teve nenhum tipo de atraso, fale sobre isso com o locador.

Relembre que você sempre foi um bom inquilino e que valerá a pena para ele continuar com você, mesmo que o reajuste seja um pouco menor.

 

3. Mostre as vantagens para o proprietário

Por fim, é importante mostrar que não é apenas você que terá vantagens ao negociar o reajuste do aluguel — mas que o proprietário também terá. Lembra o que falamos acima, sobre a importância da negociação para que o proprietário não perca seu inquilino?

Fale a respeito disso com ele, mostrando que será muito mais fácil e seguro continuar com você do que procurar outra pessoa. Essa outra pessoa pode demorar até mesmo meses para aparecer, o que irá diminuir a renda do proprietário. Dificilmente ele irá querer que isso aconteça.

 

E você, já estava sabendo da alta do IGP-M? Viu como negociar o reajuste do aluguel pode ser interessante para todos os envolvidos? Caso tenha gostado deste conteúdo e queira receber mais, siga a Adriano Imóveis no Facebook e no Instagram!

Você pode gostar

tempo mínimo de aluguel

Existe tempo mínimo de aluguel para fechar um contrato?

seguro incêndio na locação

Seguro incêndio na locação: é obrigatório? E quem deve pagar?

como anunciar um imóvel

Saiba como anunciar um imóvel para alugar

visitas de aluguel na pandemia

Como têm sido as visitas de aluguel na pandemia?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *