orçamento mensal

Como definir um orçamento mensal de gastos com aluguel?

Saber controlar o próprio orçamento é um ponto essencial para quem deseja ter qualidade de vida. Afinal, quem sabe exatamente todo o dinheiro que entra mensalmente e conhece suas despesas tem mais facilidade para se planejar e, consequentemente, não passar por nenhum tipo de aperto financeiro.

Mas, e quanto aos casos de pessoas que moram de aluguel? Tanto o valor do aluguel em si quanto outras despesas relacionadas devem ser levados em conta. Isso porque é seguro afirmar que ele está entre as despesas mais importantes do orçamento de qualquer pessoa que não tem uma casa própria.

E foi pensando nisso que a Adriano Imóveis preparou este texto. Na sequência, nós mostramos quais são todas as despesas de um aluguel e, por fim, explicamos como você pode definir seu orçamento mensal de gastos. Dessa forma, a organização financeira do seu mês será facilitada ao extremo.

Continue a leitura e entenda!

 

Calculando todas as despesas de um aluguel

Ao alugar um imóvel para morar, é preciso ter em mente que os custos vão muito além do valor mensal do aluguel. Para fazer os cálculos e escolher o imóvel que mais condiz com a sua realidade, você deve saber quais são esses custos. Caso contrário, há o risco de dar um passo maior que a perna e, com isso, passar por alguns sufocos.

E nós começamos com um custo que quase todos lembram: a taxa de condomínio. Esta, inclusive, não apenas é a mais conhecida, como também a mais importante. Em muitos casos, a taxa de condomínio pode ser altíssima, chegando a valores próximos do próprio aluguel. É imprescindível que este ponto seja avaliado.

Além dele, ainda há todas as despesas de consumo, que incluem energia elétrica, água e esgoto, gás, internet, entre outros. Enquanto, em alguns casos, você pode encontrar imóveis que já tenham tudo isso incluso, este não costuma ser o padrão.

A taxa de IPTU também é uma despesa que, mesmo não sendo necessariamente mensal, deve fazer parte dos cálculos. O valor pode ser pago tanto em uma única parcela — saindo mais barata — quanto parcelado em até 12 vezes.

Por fim, também temos o seguro incêndio, que, como a Adriano já mostrou em outro texto, é obrigatório em contratos de locação. Mesmo que, legalmente, ele seja responsabilidade do proprietário, a lei permite que ela seja transferida para o inquilino mediante negociação contratual.

 

Como definir o orçamento mensal de gastos

Agora que você já sabe quais são as despesas que vêm junto com o aluguel, o primeiro passo para definir o orçamento é ter todos os valores anotados. Assim, é possível ter uma boa noção do valor total de cada mês — visto que contas de consumo variam de acordo com o uso.

Depois disso, é necessário fazer um alinhamento de prioridades. Fazer compras diversas ao receber o salário do mês pode ser tentador, mas o aluguel e demais despesas relacionadas devem ser a prioridade absoluta.

Para encerrar, uma última medida que ajuda a manter o controle dos gastos é anotar todas as compras que você fizer. Com isso, além do controle, você também consegue ver se está gastando muito dinheiro com compras desnecessárias, o que pode até mesmo ajudar a economizar.

 

E você, já tinha parado para pensar na quantidade de detalhes envolvidos em um orçamento mensal de aluguel? O que achou das nossas dicas? Caso tenha gostado e queira continuar recebendo esse tipo de texto, é só seguir a Adriano Imóveis no Facebook e no Instagram!

Você pode gostar

alugar ou financiar

Alugar ou financiar um imóvel: qual a melhor opção?

reformas que valorizam um imóvel

3 reformas que valorizam um imóvel

kitnet

Loft, flat, studio e kitnet: qual é a diferença?

praias de florianópolis

5 praias de Florianópolis que você não pode deixar de conhecer!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *