administração de imóveis

5 dicas de administração de imóveis

Independente de o imóvel estar alugado ou não, é fundamental que os proprietários saibam a melhor forma de administrá-los. Isso porque quando o imóvel em questão está ocupado, é preciso cuidar do recebimento do valor do aluguel, entre outros pontos; e quando disponível para locação, é necessário deixá-lo sempre em boas condições para atrair novos inquilinos em potencial. Qualquer que seja a situação, não se deve abrir mão de uma administração de imóveis bem feita.

E foi pensando nisso que a Adriano Imóveis preparou este texto. Mesmo tendo consciência do quão importante é a administração de imóveis, nem todos os proprietários sabem como fazer isso da melhor maneira. Se este for o seu caso, não se preocupe! Na sequência deste texto, nós te damos 5 dicas de administração de imóveis — para que sua propriedade fique sempre nas melhores condições.

Boa leitura!

 

5 dicas de administração de imóveis para proprietários

 

1. Documentos e prazos

Quando falamos a respeito de um imóvel que está para ser alugado, os documentos devem ser uma das prioridades do proprietário. Muitos potenciais inquilinos se preocupam bastante com questões como essa, e exatamente por isso é importante que toda a documentação do imóvel esteja regularizada, em dia e em mãos. Caso contrário, o processo de locação pode ser atrapalhado.

Já quando o imóvel está ocupado, sua atenção como proprietário deve se voltar aos prazos e o cumprimento deles. Dependendo do acordo feito com o inquilino — em relação ao IPTU e ao condomínio, por exemplo —, você precisará que ele cumpra esses prazos para que os pagamentos sejam feitos em dia e não haja nenhuma irregularidade.

 

2. Controle de orçamento

Da mesma forma que com os prazos de condomínio e de IPTU, você também dependerá do inquilino no pagamento do aluguel em dia. Mesmo que ele seja responsável e sempre faça o pagamento antes da data de vencimento, imprevistos acontecem — e pode ser que algum mês seja mais complicado e ele demore uns dias a mais para pagar.

Em uma situação assim, como você fica? Em muitos casos, o dinheiro do aluguel é um dos que ajudam no pagamento das contas do proprietário. Para evitar problemas, outra dica de administração de imóveis é controlar muito bem seu orçamento. Tenha uma boa quantia de reserva guardada para evitar este tipo de problema e, quando o pagamento finalmente vier, devolva o dinheiro a essa sua reserva.

 

3. Obrigações do locador perante à lei

A Lei 8.245/91 (Lei do Inquilinato) esclarece nos artigos 22 e 23 as obrigações do locador e locatário; e a observância ao cumprimento dos dispositivos nela previstos é de suma importância para uma relação harmoniosa.

Conforme o Artigo 22, cabe ao locador obrigações como:

 

– entregar ao locatário o imóvel alugado em estado de servir ao uso a que se destina;

– garantir, durante o tempo da locação, o uso pacífico do imóvel locado;

– manter, durante a locação, a forma e o destino do imóvel;

– responder pelos vícios ou defeitos anteriores à locação;

– fornecer ao locatário, caso este solicite, descrição minuciosa do estado do imóvel, quando de sua entrega, com expressa referência aos eventuais defeitos existentes;

– fornecer ao locatário recibo discriminado das importâncias por este pagas, vedada a quitação genérica;

– pagar os impostos e taxas, e ainda o prêmio de seguro complementar contra fogo, que incidam ou venham a incidir sobre o imóvel, salvo disposição expressa em contrário no contrato;

– exibir ao locatário, quando solicitado, os comprovantes relativos às parcelas que estejam sendo exigidas;

– pagar as despesas extraordinárias de condomínio (aquelas que não se refiram aos gastos rotineiros de manutenção do edifício).

 

4. Organização do local

Esta dica de administração de imóveis é mais direcionada para quem está com o seu imóvel desocupado e procurando um locatário. Afinal, quando o imóvel já tem alguém morando, a responsabilidade de organização e outros fatores como limpeza passa a ser do inquilino.

Para que seu imóvel esteja sempre bonito e impressione locatários em potencial nas fotos e nas visitas, capriche na organização e na limpeza sempre que possível. Pode não parecer muito, mas isso faz a aparência do imóvel ficar muito melhor — o que aumenta a procura e as chances de fechamento de negócio.

 

5. Ajuda especializada

Por fim, é claro, sempre existe a possibilidade de contar com uma ajuda especializada neste assunto. Quando você deixa o seu imóvel sob a administração de uma imobiliária, você tem a certeza de que está confiando sua propriedade a uma instituição que possui experiência e muita qualificação — especialmente quando a escolha é por uma imobiliária que já está há muitos anos no mercado.

É o caso da Adriano Imóveis, por exemplo. Com mais de 27 anos no mercado imobiliário da Grande Florianópolis, nós temos o necessário para realizar a melhor administração de imóveis para você! Entre em contato conosco hoje mesmo e nos conheça melhor!

 

E, caso tenha gostado do texto e queira receber mais conteúdo imobiliário, acompanhe-nos no Facebook e no Instagram!

Você pode gostar

orçamento mensal

Como definir um orçamento mensal de gastos com aluguel?

alugar ou financiar

Alugar ou financiar um imóvel: qual a melhor opção?

reformas que valorizam um imóvel

3 reformas que valorizam um imóvel

kitnet

Loft, flat, studio e kitnet: qual é a diferença?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *