seguro fiança ou caução

Seguro fiança ou caução: qual é melhor para o proprietário?

Até pouco tempo atrás, a garantia de aluguel mais usual e aceita por praticamente todas as imobiliárias era o fiador. No entanto, muitas pessoas não tinham alguém que pudesse cumprir este papel, fazendo com que diversos negócios fossem sendo inviabilizados ao longo do tempo. Com o passar dos anos, porém, outras opções passaram a ser mais exploradas, a exemplo do seguro fiança e da caução.

Ainda que tenham diferenças básicas — e, inclusive, não tenham praticamente nada a ver uma com a outra —, ambas têm o propósito de servir como garantia de locação. Assim, o proprietário tem um dinheiro que pode ser utilizado caso o inquilino deixe de pagar algum aluguel ou danifique o imóvel.

Mas, falando em proprietário, você já parou para pensar em qual das duas alternativas é a mais interessante para ele? Se você nunca esteve nessa posição, é possível que não faça a menor ideia, certo? Pois, neste texto, a Adriano Imóveis fala um pouco mais a respeito do assunto.

Vamos te explicar como funciona cada um, evidenciando as diferenças, e, por fim, mostrar qual é o mais indicado para o proprietário. Continue lendo e descubra!

 

Seguro fiança x Caução: quais são as diferenças?

Começamos falando sobre o mais complexo: o seguro fiança. Aqui, há o envolvimento de uma seguradora, responsável por gerar uma apólice de seguro fiança. A opção pode ser um pouco mais complicada pois é preciso que o inquilino seja aprovado na análise de crédito da empresa.

Um ponto positivo é que ela cobre as despesas mais diversas. Além da falta de pagamento do aluguel, o seguro também pode cobrir outras contas (caso estejam contempladas na respectiva apólice), incluindo condomínio, luz, água, gás e IPTU. Com isso, o proprietário não corre riscos de sofrer consequências negativas graças ao não pagamento por parte do inquilino.

Para o inquilino, a principal vantagem é que algumas seguradoras permitem que o seguro seja pago em parcelas, além de oferecer benefícios especiais, como: serviços emergenciais gratuitos com atendimento 24h (chaveiro, reparos elétricos e hidráulicos, assistência a bike e antenas); reparos emergenciais (assistência para computador, notebook, videogame, tablet, smartphone e SmartTV); e descontos em eventos culturais (peças, espetáculos e outros).

A caução, por outro lado, é muito mais simples — e, inclusive, o mais utilizado em aluguéis diretos entre locador e locatário. Ele consiste no depósito de um valor que não pode ultrapassar 3 vezes o aluguel em uma conta poupança.

Se algum aluguel não for pago ou o inquilino danificar o imóvel, o proprietário pode usar esse valor para cobrir os custos. Caso não haja nada errado, o inquilino recebe o valor de volta quando sair do imóvel.

 

E qual dos dois é melhor para o proprietário?

A princípio, o caução pode parecer mais interessante para o proprietário. Afinal, estamos falando de um dinheiro na conta. Porém, é preciso reforçar: este dinheiro não vai para a conta do proprietário, mas sim uma conta poupança. Ele só pode ser utilizado para questões relacionadas ao imóvel e ao mau uso do inquilino.

Fazer o processo com caução pode ser muito mais rápido e prático, e isso é um ponto positivo. Mas não podemos nos esquecer de todas as despesas que fazem parte da cobertura do seguro fiança.

Além disso, ela ainda dispensa o contato direto com o inquilino. Em caso de falta de pagamento, basta que o proprietário entre em contato com a seguradora. Ela resolve o problema, reduzindo o estresse.

 

E você, qual acharia melhor? Se gostou do texto e quer receber mais conteúdo, siga a Adriano Imóveis no Facebook e no Instagram!

Você pode gostar

contrato de aluguel

4 motivos para ter um contrato de aluguel

alugar diretamente com o inquilino

4 desvantagens de alugar diretamente com o inquilino

Conheça as garantias de aluguel.

Garantias de aluguel: conheça as garantias da Adriano Imóveis

Alugue seu imóvel conosco

Alugue seu imóvel: Garantia de bem estar em boas mãos – Adriano Imóveis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *