infiltração em imóvel alugado

Infiltração em imóvel alugado: tudo o que você precisa saber

Depois de tanto procurar pelo imóvel ideal e finalmente encontrar um que seja altamente satisfatório, a única coisa que se quer é aproveitar ao máximo. No entanto, muitas vezes o aparecimento de algum problema, como uma infiltração, atrapalha esses planos. Quando ocorre uma infiltração em imóvel alugado, você sabe o que precisa fazer? Faz ideia de quem é o responsável? Neste texto, a Adriano Imóveis responde tudo isso!

Abaixo, você poderá ver o que exatamente é uma infiltração e descobrir quem é o responsável em casos de infiltração em imóvel alugado. Continue a leitura e confira!

 

O que exatamente é uma infiltração?

Infiltração é o nome que damos para quando um líquido permeia pelos espaços vazios de um corpo sólido. No caso específico das infiltrações que vemos em imóveis, estamos falando da água que é absorvida pelas lajes e alvenarias, o que, além de causar as características manchas, pode causar graves problemas estruturais no local.

Existem dois tipos de infiltrações, sendo elas:

  • De fora para dentro: Consequência da água da chuva, umidade do solo ou ação do lençol freático;
  • De dentro para fora: Consequência de vazamentos na rede hidráulica.

Independente do caso, a infiltração pode causar danos irreversíveis à estrutura do imóvel e, portanto, é preciso resolver o problema assim que ele for identificado.

 

Quando ocorre uma infiltração em imóvel alugado, quem é o responsável: proprietário ou inquilino?

Provavelmente a maior dúvida em relação a uma infiltração em imóvel alugado diz respeito à responsabilidade. Quem deve pagar o conserto? Uns dizem que o responsável é o proprietário; outros dizem que é o inquilino. Há até mesmo quem diga que o condomínio é quem deve pagar a conta. No final das contas, quem está certo?

Dependendo do caso, todos os três podem estar. Sim, até mesmo o condomínio pode ser responsabilizado — se for provada sua culpa. E é exatamente dessa forma que deve-se definir o responsável: descobrindo o que (e, consequentemente, quem) causou a infiltração. Qualquer um dos três pode estar por trás do problema.

Uma das possibilidades é que a infiltração tenha origem em alguma área comum, como paredes externas, área em volta da piscina, poço do elevador ou salão de festas. Quando este for o caso, o condomínio deve pagar os reparos.

Outra situação que também acontece é a origem de dentro do próprio imóvel. Se este for o caso, é possível que o inquilino tenha furado um cano sem querer durante uma reforma. Aqui, ele é o responsável.

Por fim, infiltrações com origem de dentro do próprio imóvel também podem ser uma consequência direta do desgaste dos materiais. Nesses casos, a responsabilidade é do proprietário. Se ele não quiser arcar com os custos, o inquilino pode sair do imóvel a qualquer momento sem precisar pagar a multa contratual, conforme previsto na Lei do Inquilinato.

 

E você, já sabia dessas informações a respeito de infiltração em imóvel alugado? Caso tenha gostado do texto e queira continuar recebendo nosso conteúdo, não deixe de seguir a Adriano Imóveis no Facebook e no Instagram!

Você pode gostar

tempo mínimo de aluguel

Existe tempo mínimo de aluguel para fechar um contrato?

seguro incêndio na locação

Seguro incêndio na locação: é obrigatório? E quem deve pagar?

como anunciar um imóvel

Saiba como anunciar um imóvel para alugar

visitas de aluguel na pandemia

Como têm sido as visitas de aluguel na pandemia?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *