home staging

Home staging: o que é isso?

Quem resolve vender ou alugar um imóvel normalmente busca por técnicas que ajudem a fazer com que a negociação ocorra o quanto antes. Ninguém quer demorar para “se livrar” de tal responsabilidade. E uma das formas mais eficientes de atrair mais interessados é justamente o home staging, assunto do texto de hoje.

Na sequência, a Adriano Imóveis explica o que é home staging, mostra de onde este conceito surgiu e ainda indica por que você também deveria apostar nele antes de vender ou alugar um imóvel.

Continue a leitura e saiba mais!

 

O que é home staging?

A forma usada para divulgar um imóvel pode mudar completamente a percepção de quem o vê. E é exatamente com isso em mente que o home staging surgiu. Tendo o marketing, o design de interiores e o mercado imobiliário como seus três pilares, ele consiste em fazer pequenas alterações no imóvel para que ele fique visualmente mais atrativo.

Ao melhorar o visual do imóvel que se quer vender ou alugar, é muito mais provável que mais interessados apareçam e que um negócio seja fechado rapidamente. E, apesar do nome parecer complexo — por ser um termo em inglês —, ações simples já podem contribuir para o home staging.

Trocar a iluminação, de modo que os pontos mais positivos do imóvel sejam destacados, fazer uma boa limpeza, deixar todos os cômodos bem organizados e realizar pequenos reparos já são suficientes para causar uma impressão muito mais positiva.

 

Origem do conceito

Por mais que home staging possa parecer um conceito novo para a maioria das pessoas, ele já existe no mercado imobiliário há quase meio século. Foi a corretora imobiliária estadunidense Barb Schwarz, na década de 1970, que inventou o conceito após observar o fenômeno de que a forma de mostrar o imóvel influencia a impressão geral de interessados.

Com o passar do tempo, cada vez mais pessoas observaram que a aplicação do conceito fazia com que a negociação acontecesse muito mais rápido — e, em alguns casos, por valores um pouco maiores que o esperado considerando a média do mercado.

Atualmente, o home staging já foi exportado dos Estados Unidos e segue ganhando popularidade em países como Canadá e Austrália, além de diversas regiões europeias. Por aqui, tudo ainda é muito recente, mas cada vez mais pessoas têm entendido o potencial da técnica e a aplicado para conquistar melhores resultados. 

 

Por que apostar no home staging antes de vender ou alugar um imóvel?

Porque o tempo de venda de um imóvel no Brasil é naturalmente longo. Conforme nós mostramos em outro texto, a média é de 1 ano e 4 meses. Ninguém quer demorar tanto assim para vender seu imóvel. Qualquer técnica que ajude a encurtar esse tempo é bem-vinda — e o home staging é uma das principais.

E você, o que pensa sobre tudo isso? Acha que o home staging realmente pode ajudar a vender ou alugar um imóvel com mais rapidez e facilidade? Conte pra gente! Se tiver gostado do texto e quiser receber mais, siga-nos no Facebook e no Instagram!

Você pode gostar

orçamento mensal

Como definir um orçamento mensal de gastos com aluguel?

alugar ou financiar

Alugar ou financiar um imóvel: qual a melhor opção?

reformas que valorizam um imóvel

3 reformas que valorizam um imóvel

kitnet

Loft, flat, studio e kitnet: qual é a diferença?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *