visitoria de imóvel alugado

Vistoria de imóvel alugado: você sabe como funciona?

Qualquer pessoa que já lidou com um aluguel, tanto na posição de locador quanto locatário, conhece a importância de uma vistoria de imóvel alugado. Isso porque é através dela que o estado de conservação do imóvel em questão é atestado, tanto no início quanto no encerramento da negociação.

Para te mostrar como o processo de vistoria de imóvel alugado funciona, a Adriano Imóveis preparou este conteúdo. Caso você queira saber o que é laudo de vistoria de imóveis, como funciona a vistoria de imóvel alugado e o que é avaliado em uma, o texto abaixo foi pensado especialmente para você.

Continue a leitura e confira!

 

O que é o laudo de vistoria de imóveis

Laudo de vistoria de imóveis é o documento que formaliza todo o processo realizado durante a vistoria de imóvel alugado. É nele que todas as informações a respeito do estado físico do imóvel são descritas. Dessa forma, o locatário atesta em que condições recebe o imóvel e se obriga a devolvê-lo nas mesmas condições em que ele recebeu, dando toda a garantia necessária às partes envolvidas.

O direito ao laudo, inclusive, está previsto na Lei do Inquilinato. O quinto parágrafo do artigo 22, que trata das obrigações do locador, diz que ele deve “fornecer ao locatário, caso este solicite, descrição minuciosa do estado do imóvel, quando de sua entrega, com expressa referência aos eventuais defeitos existentes”.

Ainda de acordo com a Lei, o locatário também tem sua responsabilidade, que é restituir o imóvel ao final da locação nas mesmas condições em que o recebeu. Um equívoco muito comum são as melhorias e personalizações que locatários acabam fazendo no imóvel sem o consentimento do locador. Ao final, todos as alterações feitas no imóvel devem ser retiradas, a fim de entregar o imóvel com o mesmo aspecto em que fora entregue.

Mais informações sobre a Lei do Inquilinato e os compromissos de cada uma das partes da negociação podem ser vistas no texto que nós fizemos inteiramente sobre o assunto. Você pode acessá-lo neste link.

 

Como funciona a vistoria de imóvel alugado e o que é avaliado

Por se tratar de uma descrição, no caso da inicial, ou revisão, no caso da vistoria de saída, a vistoria de imóvel alugado incorpora alguns passos. Confira os principais:

 

Conferência

Antes de qualquer coisa, você deve observar que a vistoria inicial é feita pelas duas partes do contrato de locação e que, ao receber a vistoria inicial do imóvel, você deve conferir cada item da vistoria realizada, a procura de itens que possam não constar na vistoria ou que você faça questão que constem, como um furo na parede ou a falta de uma chave, por exemplo. 

Geralmente é dado um prazo que varia de 48 horas a 7 dias do recebimento das chaves, dependendo da imobiliária, para que essas divergências sejam apresentadas, evitando qualquer dúvida que possa surgir na entrega do imóvel.

 

Estrutura do imóvel

É importante que a estrutura do imóvel seja minuciosamente verificada. Portas, janelas, fechaduras, pintura, luminárias, pisos e azulejos, por exemplo, precisam ser checados quanto ao seu estado de conservação. Afinal, eles farão parte da rotina do morador, influenciando totalmente sua qualidade de vida e a experiência com o imóvel.. Caso haja algum problema com um deles, ele deve ser registrado.

Quanto à pintura, este é um assunto de muitas discussões quando da entrega do imóvel, por se tratar de uma manutenção demasiadamente onerosa, mas necessária na maioria dos casos. Não esqueça esse importante detalhe. A recomendação é de que só faça a pintura por conta própria se tiver experiência com pintura predial. 

Do contrário, você pode causar um prejuízo ainda maior a si mesmo, tendo, além de gastar com uma pintura profissional (depois de já ter gasto pintando por conta própria), ter que pintar outras peças que estavam em perfeitas condições como vistas, forras e rodapés.

 

Mobílias e outros objetos

Muitos imóveis disponibilizados para alugar já vêm com móveis, como balcões e armários. É muito importante ficar bem atento aqui, visto que os móveis podem ter defeitos imperceptíveis ao observar sem muito cuidado, como pontas estufadas e falhas nas pinturas, por exemplo.

Deve-se também deixar anotado em uma lista todos os objetos que estão vindo junto com o imóvel. Dessa forma, ambas as partes saberão o que deverá ser entregue quando o imóvel for devolvido, evitando conflitos desnecessários.

 

Outros detalhes

Por fim, há todo o resto. O que citamos acima são os principais pontos, porém tudo que faz parte do imóvel deve ser avaliado individualmente. A boa notícia aqui é que existem muitas listas com os itens que não devem deixar de ser checados, e a maioria das imobiliárias do mercado faz uso de uma dessas.

Essa, inclusive, é mais uma das vantagens de alugar com uma imobiliária: garantia total na hora da vistoria, que é conhecida por ser um momento um pouco complicado. Com o laudo de vistoria de imóvel alugado, você evita problemas futuros.

 

Gostou do texto? Entendeu como funciona a vistoria de imóvel alugado? Para receber mais conteúdo como este, siga a Adriano Imóveis no Facebook e no Instagram!

Você pode gostar

orçamento mensal

Como definir um orçamento mensal de gastos com aluguel?

alugar ou financiar

Alugar ou financiar um imóvel: qual a melhor opção?

reformas que valorizam um imóvel

3 reformas que valorizam um imóvel

kitnet

Loft, flat, studio e kitnet: qual é a diferença?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *